Notícias

O que devo fazer para evitar a formação de cálculos (pedras) nos rins?

O cálculo renal, também conhecido como pedra nos rins, atinge cerca de 8% das mulheres e 15% dos homens. Pode ocorre novamente em até 50% dos casos, em um intervalo de até 5 anos.

Seguem abaixo algumas dicas alimentares para evitar o problema:

Tome, no mínimo, de 2 a 3 litros de líquidos por dia (água, chá de ervas e limonada com adoçante, por exemplo);
Evite refrigerantes e sucos em pó artificiais;
Use o mínimo de sal possível no preparo dos alimentos. Não adicione sal na comida já pronta;
Evite alimentos salgados, como bacalhau, azeitonas, embutidos (salsicha ou linguiça) e enlatados (extrato de tomate, ervilhas, sardinhas, etc);
Consuma, pelo menos, de 3 a 4 frutas por dia e dê preferência à laranja, tangerina e melão. Consuma limonada e laranjada preparadas com a fruta natural.

Recentemente passei a ter dor nas costas. Isto significa que tenho pedras nos rins?

O aparecimento recente de dor nas costas, principalmente na região lombar – lombalgia – faz com que muitas pessoas associem com problemas renais, notadamente cálculos nos rins. Entretanto, em apenas 20% dos casos a lombalgia é causada por litíase urinária.

Nas seguintes situações a probabilidade da dor nas costas ser causada por cálculo no rim é maior, devendo ser prontamente investigada por um urologista: dor em região lombar e unilateral; história prévia de cálculo renal; história familiar de litíase renal; história de doença intestinal crônica; osteoporose; história de infecção urinária de repetição; portador de rim único; história de gota – artrite gotosa.

Episódios de dor aguda e muito intensa, quando não for possível contato com o urologia assistente, devem ser avaliadas em regime de urgência em hospitais.

Compartilhe

Deixe seu comentário